Análise feita por Fernando Mendonça Heck, de Tupã (SP), e Lindberg Nascimento Junior, de Florianópolis (SC), aborda o novo coronavírus no Paraná e os frigoríficos como centros de sua propagação.

O trabalho aponta que os frigoríficos são um dos fatores responsáveis pelo processo de interiorização da doença no Paraná. “A semelhança entre o número de casos da covid-19 e a grande presença de empregos em frigoríficos demonstra que é necessária atenção especial para este setor, cujo processo produtivo reúne condições propícias para o contágio e proliferação do vírus”, diz a análise produzida a partir de parecer técnico emitido no mês passado para o Ministério Público do Trabalho do Paraná.

“No caso dos frigoríficos de abate de aves, a semelhança pode ser observada a partir da área de concentração que indica a abrangência dos setores oeste, norte e sudeste do estado. Já o abate de suínos, contempla uma espacialidade concentrada no setor leste e oeste principalmente”, acrescenta.

Leia mais na Fonte:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui